« Voltar
em carreira
Você não precisa palestrar e ter blog pra ser um bom dev

Você não precisa palestrar e ter blog pra ser um bom dev.

Eu falo bastante sobre a importância de se ter um blog e como palestrar em eventos pode ser um diferencial na sua carreira.

E você, que tá aí nas comunidades online e redes sociais vê o tempo todo as pessoas falando que palestraram ou que vão palestrar, escrevendo post em blog, fazendo podcast, vídeo, etc.

E aí você sente aquela pressão: você também precisa fazer essas coisas, certo?
Afinal, se essas pessoas bem-sucedidas estão fazendo, você também precisa se quiser crescer.

Errado.

Sendo bom no que faz

Um dos meus melhores amigos é o Diego Chohfi. Eu conheci ele em 2013, quando vim fazer um curso de desenvolvimento iOS na Caelum. Ele era o instrutor.

Sempre que podemos, estamos juntos fazendo algo e tomando uma cervejinha. E eu posso contar nos dedos a quantidade de vezes que nós conversamos sobre trabalho e código.

O Diego não gosta de falar sobre código. Não gosta de palestrar, ter blog, podcast, vídeo ou qualquer outra coisa. Não curte ir em evento.

Ele começa a trabalhar na hora em que tem que trabalhar e, no momento em que o horário do expediente acaba, ele para.

E sem exagero: ele é um dos maiores desenvolvedores iOS do Brasil. Já passou por grandes empresas como Nubank, Vivareal e 99 Taxi. Atualmente trabalha pra uma startup de São Francisco ganhando um salário que eu invejo e fazendo um trabalho incrível. Ele é bizarro de bom.

Mas programação pra ele é um trabalho. E só.
E ele é o melhor que ele pode ser no tempo em que se dedica ao trabalho. Quando ele senta pra trabalhar ele foca demais e entra em outro mundo, onde só o trabalho existe.

Programação pode ser apenas um trabalho

Muita gente gosta dessa vida de palestrar, escrever e todo o resto. Eu gosto.
E isso fez muito bem pra mim sob vários aspectos e também me trouxe coisas boas profissionalmente falando.

Pra mim é trabalho. Mas é trabalho a mais. Que eu estou disposto a fazer por n razões e que pra mim fazem sentido.

Mas eu sei que nem todo mundo quer isso. E tá tudo bem.

Você pode entrar às 9, sair às 18 do seu trabalho e ser alguém extremamente competente e bem remunerado.

Não precisa se sentir pressionado com isso.

Não existe caminho certo para o sucesso

Não é porque eu faço tudo o que eu faço que você também precisa fazer pra ser uma pessoa bem-sucedida.

Na verdade "ser bem-sucedido" é algo relativo demais, não é?
Há uns anos atrás, isso pra mim era sinônimo de ter um trabalho que eu gostasse de fazer e ser relativamente bem pago pra isso. Hoje eu tenho isso.

Mas a gente ajusta a régua conforme o tempo vai passando. E aumentando as ambições cada vez mais.

Mas no fim das contas, não existe um caminho certo pra você chegar onde quer.
Pode ser palestrando pra caramba e fazendo vídeo pro youtube.
Pode ser trabalhando das 9 as 18 e estudando um pouco no fim de semana.
Pode ser fazendo um podcast e trabalhando remotamente fazendo freelas.

O que importa é você se sentir confortável com isso. Se você fizer bem o que se propuser a fazer, pode ter certeza que trabalho não vai faltar!

E não se senta pressionado a seguir outro caminho só porque os outros estão fazendo :)


Outros posts que você talvez goste:
A maior responsabilidade de uma pessoa que desenvolve: aprender
Criando e enviando arquivos para seu repositório no Github

Quer ficar em dia com os meus posts e novidades?

Participe do grupo no Telegram!

Aproveite e também e inscreva na minha newsletter, me segue no Twitter e na minha página!

Se você gosta dos meus posts, me apoie pra eu manter tudo aqui funcionando!

comments powered by Disqus