« Voltar
em microsoft gabs entrevista scott hanselman
Gabs entrevista: Scott Hanselman

Gabs entrevista: Scott Hanselman.

O Scott é um dos desenvolvedores que admiro há mais tempo por várias razões: ele programa, escreve, palestra, tem podcast e faz várias coisas legais pela Microsoft.

Mas além disso tudo, ele é um cara extremamente humilde e empático. E é isso que eu acredito que me faz admirar tanto seu trabalho.

Ele gentilmente cedeu um pouco de seu tempo pra conversar comigo sobre carreira e trabalho, então bora lá pra essa entrevista :)

Como você entrou na área de tecnologia?
Quando eu tinha 12 anos de idade eu tava me metendo em confusão no meu bairro e andando com pessoas que não deveria andar. Meu professor do quinto ano percebeu que apesar de ser um criador de confusão eu era esperto, e me apresentou ao computador Apple 2.

Computadores me mantinham fora das ruas. Uma vez que percebi que tinha talento para isso, continuei esse interesse na faculdade.

Logo que me formei no ensino médio fui direto trabalhar, mas permaneci na escola noturna por 11 anos até que finalmente terminei meu curso de quatro anos.

Qual foi sua primeira linguagem de programação?
LOGO, depois C, depois C++.

Que profissionais te inspiraram em seu início de carreira?
Eu não fui particularmente inspirado por ninguém até ler os livros de Charles Petzold. Seu livro Code é absolutamente incrível.

Desde então, me inspiro por pessoas novas tanto quanto antigamente, e gosto de trabalhar com novos programadores à medida que eles iniciam sua jornada em direção à tecnologia.

O que te inspira agora?
Fico muito empolgado pelo fato de a tecnologia está se tornando algo de baixo custo. A combinação de software e hardware de código aberto está disponibilizando recursos por pouco ou nenhum dinheiro em países emergentes e com jovens que talvez não tivessem dinheiro antes.

O que te motiva a ir para o trabalho todos os dias?
Eu gosto de criar coisas novas e de corrigir problemas de maneiras limpas e reutilizáveis. Gosto de consertar problemas que melhorarão o dia de hoje da vida das pessoas de alguma forma, mesmo que pequena.

Que ferramentas você mais usa para trabalhar?
Eu trabalho em um Surface Book 2 e passo a maior parte do tempo no Visual Studio ou Visual Studio Code.

Linguagens de programação favoritas?
C# é a linguagem que escolho usar em 90% do tempo. Mas brinco também em Python, Ruby e Javascript.

Além de ser bom em escrever código, que habilidade você acredita que mais te ajudo em ser um profissional bem-sucedido?
A habilidade que acredito ser melhor é em ser empático: programação não é um sobre tecnologia, mas sobre pessoas. Você passará mais da metade do seu tempo interagindo com outros humanos, e para isso você precisa ser gentil e se colocar no lugar deles.

Você programa fora do trabalho, em seu tempo livre?
Sim, mas só se for algo divertido. A maioria dos meus projetos paralelos está melhor minha casa com pequenas coisas. Recentemente eu fiz um projeto que me avisa se eu deixar minha garagem aberta.

Se pudesse dar um conselho pra seu eu mais velho, que seria?
Diria pra ele falar pro meu eu mais novo se importar menos com o que as pessoas pensam e arriscar mais.

Que tecnologias você menos se dá bem? Aquelas que se tivesse que fazer algo nelas hoje, você pensaria "ahhh não"?
Eu sei que Javascript é a linguagem que todos usam e todos eventualmente usarão, mas ainda acho ela bem chata.

Qual seu setup de trabalho hoje? Montei o computador perfeito pra mim e escrevi uma série de posts sobre isso. :)


Outros posts que você talvez goste:
A vida de um desenvolvedor de games em Montreal, no Canadá
Gabs entrevista: Filipe Deschamps
8 jogos clássicos recriados em Javascript
Você não precisa palestrar e ter blog pra ser um bom dev

Quer ficar em dia com os meus posts e novidades?

Participe do grupo no Telegram!

Aproveite e também e inscreva na minha newsletter, me segue no Twitter e na minha página!

Se você gosta dos meus posts, me apoie pra eu manter tudo aqui funcionando!

comments powered by Disqus