« Voltar
em carreira blog escrita
Como ter ideias do que escrever constantemente

Como ter ideias do que escrever constantemente.

Pra escrever constantemente, é preciso ter ideias constantemente.

Pensando da forma mais básica, você tem 3 tipos de conteúdo que pode escrever:
-Coisas que você já sabe e manja muito
-Coisas que você quer estudar/está estudando
-Coisas que você acha que seu público-alvo quer saber

Escrevendo sobre coisas que você manja muito

Vamos pensar um pouco: coisas que você já manja muito.
O que você já manja muito?

"Ah, eu sou iniciante e nem manjo tanto assim". Ok, acontece.

Mas mesmo sendo iniciante, alguma coisa, você já aprendeu bem. Nem que seja algo bem básico.

Olha só: sabe qual é o post mais acessado do meu blog? Esse.

Pra quem já programa há um tempo, esse post fala sobre um assunto ridiculamente básico. E essa página bomba de acessos todos os dias. Sem brincadeira, se eu entrar no meu analitycs agora vai ter pelo menos duas pessoas com essa página aberta.

Na época que escrevi esse post, eu estava dando meus primeiros passos com o Git e Github. Depois de fazer o processo que está descrito no post mais de uma vez, eu já sabia ele razoavelmente bem

Eu já tinha contribuído com projetos mil no Github? Não.
Eu era um expert em Git? Nem de longe.

Mas ainda assim, eu criei algo de valor que ajuda as pessoas e é um dos pequenos tijolinhos que eu usei pra me tornar uma pessoa relevante. E até eu já usei esse post como referência pra fazer algo que eu não lembrava, acredita?

Agora, e você? Sobre o que você pode escrever?

Vamos pensar:
-Tem alguma tecnologia dentro da sua empresa que você nunca usou ou está aprendendo agora?
-Você já bateu cabeça por muito tempo com algum problema no seu dia-a-dia e no final encontrou a solução?
-Encontrou um jeito de se inserir na área de tecnologia vindo de outra área?
-Tem uma configuração usa na sua IDE favorita que te torna mais produtivo?
-Tem um projeto pessoal que desenvolveu com alguma tecnologia diferente da do trabalho? Como foi?

Todas essas perguntas têm respostas de coisas que você já sabe :)

Escrevendo sobre coisas que as pessoas querem saber

Todo conteúdo que você criar será útil pra alguém um dia, mas existem alguns que as pessoas precisam agora.

Geralmente como resolver ou fazer coisas específicas de tecnologias quentes do momento.
Como começar com um framework que saiu semana passada.
Algo que alguém da sua empresa ou faculdade queira aprender e entender melhor.

Podem ser coisas fáceis de encontrar. Ou não.

Como descobrir o que as pessoas querem aprender?
Existem algumas maneiras:
-Participando de grupos de discussão. Veja o que sobre o que as pessoas estão falando lá, sobre o que perguntam e escrevem.
-Siga nas redes sociais pessoas de tecnologia que trabalham com coisas parecidas que você e que criem conteúdo. Veja sobre o que elas falam e como quem as segue reage: você começar a perceber que tipo de conteúdo é mais popular.
-Olhe no Stack Overflow e em fóruns as perguntas mais populares. Ou as sem resposta: essas você pode responder e escrever um post sobre!
-Pergunte abertamente nas suas redes sociais. Eu faço direto isso no meu twitter pra saber o que as pessoas querem. Antes de criar esse conteúdo aqui eu perguntei pras pessoas se elas estariam interessadas nele 🙂

Uma vez em uma aula na Caelum eu bati a cabeça um tempão com os alunos com um problema que aconteceu na máquina de um deles.
Pesquisei no Google sobre e não achei nada a respeito. Fucei, fucei, até encontrar a resposta na documentação da Microsoft.

O que eu fiz? Escrevi um post sobre isso, esse

Veja bem: não é um post longo nem super complexo. Ele vai direto ao ponto de resolver o que tem que ser resolvido.

Pesquise coisas que você sente que as pessoas querem aprender mais dentro do que você quer escrever sobre.

Escrevedo sobre coisas que você quer aprender

O que você está aprendendo ou quer aprender no futuro?
Escrever sobre o processo de aprendizado é, além de tudo, uma ótima maneira de fixar o conteúdo!

Não apenas ler e escrever código, mas refletir e escrever sobre vai fazer muita diferença na hora de memorizar e entender de verdade o que fez.

Por que não escrever sobre isso?

80% dos posts que tem no meu blog são de coisas que aprendi. Seja coisas técnicas ou coisas que aprendi na carreira através de tentativa e erro.

Faça uma lista de coisas que você quer aprender ou está aprendendo no momento e que gostaria de escrever sobre.

Consuma conteúdo pra produzir conteúdo

Nós vemos as pessoas fazendo coisas incríveis e pensamos "nossa, essa pessoa é muito criativa".
Mas de onde vem a criatividade? Essa galera simplesmente nasce criativa pronto?

Não é bem assim.

Na maioria dos casos, essas pessoas são grandes consumidoras de conteúdo e usam como referência muito do que consomem pra criarem.

Eu assino pelo menos 5 newsletters de tecnologia e sempre vejo todas. Claro que eu não leio tudo na íntegra geralmente dou uma olhada rápida e, se não for ler algo na hora, separo o que de legal encontrar em 3 categorias em: ler depois, legal pra postar e inspiração.

Ler depois significa, bem, que eu vou ler aquilo depois!
Legal pra postar é algo que eu achei super interessante, li tudo (ou não) e separo pra postar nas minhas redes sociais/newsletter/telegram/etc.
E inspiração é algo que achei tão bacana que vai me servir de referência pra escrever um post um dia.

Além das newsletters, também sigo pessoas que criam conteúdo que me inspira e sempre dou uma olhada nos trabalhos que elas estão fazendo.

Você ficará surpreso em como a inspiração de outras pessoas pode te ajudar :)


Outros posts que você talvez goste:
Pra quem você quer escrever? Definindo um público-alvo
Pare de falar e comece a fazer
A maior responsabilidade de uma pessoa que desenvolve: aprender
Criando e enviando arquivos para seu repositório no Github

Quer ficar em dia com os meus posts e novidades?

Participe do grupo no Telegram!

Aproveite e também e inscreva na minha newsletter, me segue no Twitter e na minha página!

Se você gosta dos meus posts, me apoie pra eu manter tudo aqui funcionando!

comments powered by Disqus