« Voltar
em carreira

Amigos programadores: parem de reclamar.

Desde que eu comecei a escrever nesse blog e postar o conteúdo em redes sociais eu recebi um monte de feedback positivo. Até escrevi um post incentivando as pessoas a escreverem. É incrível o quanto as pessoas se identificam com certas coisas que eu escrevo e eu me sinto muito feliz por isso...

...mas, por outro lado, existem pessoas que parecem ter prazer em reclamar e, de alguma forma, tentar te colocar para baixo.

Já perdi as contas de quantas vezes eu escrevi algo e veio alguém e comentou algo do tipo:
Ah, mas X tecnologia não é boa.
Você poderia ter feito melhor se tivesse feito X.
Por que você não escreve um post de X ao invés de Y?.
Ah, que merda isso.

Eu aceito críticas e acho que elas me fazem crescer, mas muitas pessoas não querem fazer uma crítica construtiva, elas só querem falar mal.

Umas semanas atrás, eu resolvi fazer uma postagem diferente das que faço e fiz uma montagem/piada:

O primeiro comentário que recebi a respeito dessa postagem(de uma pessoa que eu não conheço) foi:
-Tá fraco as postagens no blog, Gabriel?
Inocentemente, respondi:
-Estou trabalhando bastante ultimamente cara, não tenho tido tempo pra escrever muito :).
A reposta foi:
-Postando esse tipo de coisa, deve estar trabalhando muito mesmo.

Minha reposta foi educada dizendo que eu não demorei 5 minutos para fazer essa imagem. Mas a vontade, lá no fundo, não era de ser educado.
O blog é meu, a página é minha. Se eu quiser postar imagens como essa todos os dias, eu posto. E eu não recebo nada pra escrever aqui. Se eu quiser escrever todos os dias ou uma vez a cada século, eu escrevo. Com relação ao meu trabalho, nem meu chefe que está no Facebook praticamente o tempo todo vem questionar sobre as minhas postagens.

Parece que quando você começa a fazer esse tipo de trabalho voluntário, certas pessoas acham que você está trabalhando para elas.

A síndrome do programador reclamão

Eu comecei a sentir ainda mais essa onda de negatividade de alguns programadores depois que comecei a cuidar da página do Facebook do OndeTrabalhar. Postei algumas vagas que chegaram no site na página do Facebook e algumas que achei bem bacanas eu compartilhei em alguns grupos.

Uma das vagas que eu compartilhei foi uma de Java pagando 10 mil reais e pedindo requisitos justos para esse salário e outra foi de um estágio em .NET pagando 2 mil reais.
Vários comentários positivos, mas várias pessoas falando coisas inúteis. E coisas bem parecidas:
Oferecem tudo isso de dinheiro porque o cara tem que saber muito.
Vaga de programador sênior disfarçado de estágio.
Ninguém sabe tudo isso pra se aplicar a essa vaga.
Java? Que lixo.
Como se programar em .NET fosse bom.
Ser programador é uma merda mesmo, pedem muito e pagam pouco.

E por aí vai...

Agora, vamos pensar um pouco juntos: pra que reclamar?

Pra denunciar empresas pilantras que oferecem salários baixos e pedem muita coisa!

Bom, existem empresas que exploram profissionais pagando pouco? Existem. E muitas. Mais do que eu gostaria que tivessem.
Se você ver uma vaga desse tipo, você acha que vai adiantar alguma coisa reclamar? Quando você reclama, você chama outras pessoas pra reclamarem junto com você. E na verdade, acaba chamando atenção pra esse tipo de vaga.
Chamando atenção, várias pessoas irão ver essa vaga e se candidatar a ela.

Ou seja, se é uma vaga ruim de uma empresa que explora, o melhor seria ignorar, certo? :)

O mundo dá voltas

Você pode achar que o Facebook é um lugar onde você pode escrever o que quiser e ninguém vai ver. Bem, você está enganado: as empresas estão vendo.

Você pode desdenhar de uma vaga hoje e amanhã a empresa pode ter uma vaga boa que você queira se candidatar. Você talvez nem se lembre que falou mal da empresa anteriormente. Mas é provável que a pessoa que vá contratar se lembre. Então, pra que se queimar de graça?

O mais engraçado é que em uma dessas vagas que postei, uma pessoa que falou mal pra caramba da vaga se candidatou...nem preciso dizer o que aconteceu com o CV dela, né? :)

Tecnologia não é religião

Me sinto ridículo tendo que escrever isso em pleno 2016.

Tecnologias são apenas ferramentas para se desenvolver um trabalho. Você usa a que for melhor para a situação, e pronto. Algumas são melhores em alguns aspectos, outras em outros. Saber qual é melhor em cada situação é o que faz de você realmente foda.

Não se encaixa na vaga? Não se candidate

Bem, algumas empresas pedem muitos pré-requisitos. Algumas exageram, outra nem tanto.
De qualquer forma, é o que a empresa busca e em troca ela oferece algo.
Se você não se encaixa, não se candidate e pronto. Sério, pra que ficar reclamando disso?

Você não é o centro do universo

Parece que algumas pessoas acham que o mercado tem que se adaptar à elas. Aos conhecimentos e qualificações que elas tem. E não é assim que funciona.

Se você quer crescer, trabalhar num lugar foda, ter a sua própria empresa, você tem que ralar. Se você não se encaixa nas vagas nem no mercado meu amigo, eu te digo: o problema está em você. Você é quem tem que mudar. Sair por ai espalhando a sua insatisfação não vai resolver o seu problema.

O maior desafio dos bons programadores é estar o tempo todo aprendendo

Quem se destaca não reclama

Você já viu algum desenvolvedor bem sucedido, que tabalha em uma empresa legal pra caramba reclamar?
É claro que não. Essas pessoas não perdem tempo, elas fazem coisas.

Ah mas o cara não reclama porque ele trampa num lugar bom.

Pode ser. Mas e antes de trabalhar nesse lugar, será que essa pessoa ficava reclamando na internet ou correndo atrás de ficar bom? Você tem uma chance pra adivinhar essa.

É uma ótima época para ser um programador

Sério mesmo que você quer reclamar de ser programador? Nossa profissão é uma das mais bem remuneradas hoje em dia e tudo o que você precisa para programar é um computador, uma conexão com a internet e um pouco de força de vontade.

Posso te dar algumas razões para não desanimar :)

Isso me lembra do dia que postei isso. Um dos comentários que recebi foi:
-Os sobrinhos piram com esse tipo de ferramenta, agora que vão roubar nosso trampo.

Amigo...se você é especialista na área, estudou para ser programador, tem formação e perde o emprego para um sobrinho, talvez você não seja tão bom quanto acha que é.

Por que mais reclamar?

Agora, se nenhuma das razões anteriores forem o suficiente para você parar de reclamar, eu gostaria de ouvir uma razão, apenas uma razão para você continuar com isso. É sério, diz aí nos comentários.

Reclamações são inúteis, desmotivantes, negativas e só podem trazer coisas ruins para você mesmo. Além de serem chatas pra caralho.
Pare de reclamar e vá fazer algo a respeito!

Foi mal pelo desabafo aí, galera. Mas é que realmente eu acho que as pessoas deveriam falar menos e fazer mais :)

comments powered by Disqus