« Voltar
em programação exterior trabalho

4 maneiras de trabalhar com programação no exterior.

Morar e trabalhar no exterior é o sonho de muita gente, e quem trabalha com tecnologia sabe que há muitas oportunidades lá fora.

Além dos bons salários, qualidade de vida e a possibilidade de viajar e conhecer outras culturas são grandes atrativos.

Mas como conseguir esse tipo de trabalho?
Bora falar sobre algumas coisas que podem te ajudar.

Contribuição em projetos open source

Participar e contribuir em projetos públicos podem abrir as portas de outros países para você.

Isso porque esse tipo de trabalho geralmente é muito bem visto pelas empresas, e não só pelas empresas de fora.

E tem também o fato que, trabalhando nesse tipo de projeto, você irá conhecer desenvolvedores e desenvolvedoras do mundo inteiro, o que aumenta a sua possibilidade de ser indicado para uma vaga, por exemplo.

Se você nunca mexeu com open source e não sabe como usar o Github, dá uma conferida nesse tutorial que eu fiz um tempo atrás.

Feiras de contratação

Uma forma relativamente rápida de se conseguir um trabalho fora é através desse tipo de feira, já que muitas empresas da Europa e América do Norte vêm buscar mão-de-obra aqui.

Inclusive, a Vanhack é uma empresa especializada em contratação de talentos e está organizando uma feira de contratação em São Paulo que acontecerá nos dias 23 e 24 de Março.

Nesse evento, a ideia é preencher mais de 100 vagas de tecnologia em várias empresas diferentes da Europa e Canadá.

Se você manja de alguma dessas tecnologias: C, C++, C#, Kotlin, Java, JavaScript, Objective-C, Perl, PHP, Python, Ruby, Swift, DBA, DevOps, QA, Data science, Machine Learning ou UX/UI tem vaga pra você :)

E o melhor: a participação na feira é gratuita!

Quer participar?
Inscreva-se aqui.

Palestrando

Outra forma de chamar atenção de empresas (mais uma vez, não só do exterior) é palestrando.

Uma palestra é uma ótima forma de você mostrar que domina um conteúdo e se preocupa em disseminar conteúdo.

Depois de um tempo dando palestras no Brasil, se você tiver condições de ir e falar inglês, submeter palestras para eventos internacionais é o que há.

Escolhendo uma vaga e se aplicando

Bem, nada das coisas que eu disse acima vão adiantar nada se você não fizer o principal, que é mandar bem no seu trabalho.

Se você for uma pessoa muito boa no que faz já é meio caminho andado.

Nesse caso, você pode procurar por empresas que te interessem e tentar descobrir o máximo que puder sobre o processo seletivo delas. E aí então, se preparar.

Existem materiais específicos para você se preparar para entrevistas técnicas, como o livro Cracking The Code Interview, que reúne desde dicas sobre como se portar em entrevistas até os conteúdos técnicos que gigantes como Google e Amazon pedem em seus testes.

Aí é mirar no que você quer, se preparar o máximo que puder e se aplicar no processo :)


Quer ficar em dia com os meus posts e novidades?

Participe do grupo no Telegram!

Aproveite e também e inscreva na minha newsletter, me segue no Twitter e na minha página!

comments powered by Disqus