« Voltar
em carreira

4 dicas para ser chamado para entrevistas.

Já é a terceira vez que eu estou recebendo currículos pra uma vaga em minha equipe. Já recebo pelo menos uns 80, e mais virão.

Como sempre preferimos pegar quem está começando, esses currículos são de pessoas que procuram seu primeiro emprego na área.

E pra filtrar esses 80 currículos, eu geralmente vejo algumas coisas que são básicas e vou eliminando.
Mas são básicas pra mim, que tenho já mais de uma década de experiência. Pra quem tá começando isso pode não ser tão básico assim.

Vou listar aqui então algumas coisas que vão te ajudar a pelo menos ser chamado pra entrevistas. Ou como não ser descartado logo de cara.

Leia a descrição da vaga

Essa é tipo super óbvia né?
É claro que você vai ler a descrição da vaga. Todo mundo lê.

Bom, nem todo mundo.

Nas vagas que nós publicamos, colocamos algo pra ter certeza que a pessoa leu direito. Por exemplo, pra essa vaga de agora um dos pré-requisitos é: demonstrar que leu essa vaga escrevendo "No céu tem pão?" no início da sua carta de apresentação.

Pelo menos metade dos currículos chegam sem isso. Se você não se deu ao trabalho nem de ler a descrição da vaga, por que eu deveria te chamar para uma entrevista?

Fuja das apresentações genéricas

Ok, eu sei não tá fácil pra ninguém e que muita gente manda currículos pra várias empresas diferentes todos os dias porque realmente precisa de um emprego.

Sério, entendo perfeitamente. Já fiquei desempregado por quase 3 meses uma época mandando currículos a torto e a direito e sei como é.

Mas se você realmente quer trabalhar em um lugar, tente pelo menos demonstrar o mínimo de interesse em sua carta de apresentação ou no e-mail que mandar pra empresa.

Exemplo do que recebo:
Meu nome é Fulano e estou cursando o 6º semestre de [insira curso aqui]. Gosto muito de estudar, sou pró-ativo e organizado e sempre estou disposto a aprender mais. Em busca de constante aperfeiçoamento, apaixonado por aprender e evoluir constantemente, tenho como grande meta impactar positivamente a vida das pessoas.

Agora me diga: o que tem neste texto que me fará te chamar pra uma entrevista?
Isso mesmo: absolutamente nada.
É um texto genérico que a pessoa está copiando e colando pra todas as empresas que ela manda o currículo.

Como você pode fazer melhor:
Meu nome é Fulano e estou cursando o 6º semestre de [insira curso aqui]. Eu realmente gostaria de trabalhar com vocês na ferramenta X, já que gosto muito da tecnologia Y e acho a empresa muito legal, acompanho o trabalho de vocês já faz um tempo e acho que seria um ótimo lugar pra começar minha carreira.

Separe um tempo pra escrever um texto com carinho na hora de se apresentar. Conte o que você já fez, conte o que quer fazer.

Sei que às vezes, como eu disse, você tá mandando o currículo pra vários lugares diferentes. Mas se você está procurando emprego, suponho que você tenha pelo menos um tempinho pra se dedicar a isso, certo? :)

Tenha algo pra mostrar

Quando vou entrevistar alguém, quero ver o que a pessoa já fez.

Mas como eu já terei algo pra mostrar se eu nunca trabalhei?

Você, no mínimo, já fez algum trabalho pra faculdade. Isso é algo que pode ser mostrado.

Se você for desenvolvedor, coloque o código dos seus trabalhos no Github. Tenho um guia aqui no meu blog sobre como fazer isso.

Se for designer, social media ou publicitário, coloque seus trabalhos em um portifólio em um site como o Behance.

Agora, quer se destacar mesmo?
Vá além dos trabalhos de faculdade.

Crie um projeto seu ou tente ajudar o projeto de alguém na internet. Crie um blog e documente o seu aprendizado. Pratique o que aprender na faculdade em casa e coloque no seu portifólio.

Vá além.

A não ser que realmente não tenha acesso a um computador, você não tem desculpa pra não fazer algo. A internet está cheia de tutoriais, guias e livros que podem te ajudar a aprender ou criar algo.

As pessoas que têm iniciativa própria para fazer algo tem muito mais chances de serem chamadas pra entrevistas.

Aprenda o mínimo sobre a empresa

Tente aprender o mínimo do que aquela empresa faz. Não precisa saber tudo, mas o mínimo você tem que saber.
Demostre esse mínimo de conhecimento em seu e-mail ou carta de apresentação.

Isso é muito bom pra quando você for chamado para uma entrevista também.

Não é muito legal quando vou entrevistar alguém e a pessoa pergunta mas o que vocês fazem aqui?
Ou quando eu mesmo pergunto você já conhece a empresa? E vejo pela cara da pessoa que ela não sabe absolutamente nada a respeito.

Entre no site da empresa, nas suas redes sociais, dê uma olhada no que ela faz, quem são os clientes, etc.

Demonstrar interesse é muito importante.


Quer ficar em dia com os meus posts e novidades? Se inscreva na minha newsletter, me segue no Twitter e na minha página!

comments powered by Disqus